A realidade no qual estamos colocados pode ser uma mera simulação feita em computador criada por uma civilização avançada. Ou seja, podemos ser apenas personagens de um jogo manipulado por uma sociedade altamente evoluída.

Nesse caso, tudo ao nosso redor constitui um imenso Maya (ilusão) ou uma Matrix e a probabilidade de que somos dirigidos por uma outra espécie inteligente poderia ser uma em um bilhão, segundo Elon Reeve Musk (criador da fábrica de carros elétricos de alto desempenho Tesla Motors, da empresa de transporte espacial SpaceX e cofundador do PayPal, nascido em Pretória - África do Sul).

Segundo ele, a computação atual está prosperando, mesmo vagarosamente; por isso, os cientistas gradualmente impulsionam os jogos e simuladores a serem irreconhecíveis da realidade. Então, ele questiona: E se esse tipo de jogo já exisitir? E se já estamos inseridos em um jogo?

A idéia principal é a seguinte: Somos personagens de um jogo de computador. No começo, cada personagem atenderia aos comandos do jogador porém, em um determinado período (de um dia para outro, dependendo exclusivamente da eficiência e desempenho computacional), os próprios personagens cultivariam suas próprias escolhas, objetivos, pensamentos, reflexões, argumentos totalmente independentes. Ou seja, se tornariam auto-conscientes (consciência que o personagem tem de si mesmo).

Desta forma, o criador do jogo se converteria na prática em um simples espectador quase indiferente, intervindo pouco menos do que nada na vida de cada personagem (ou simplesmente avatar, como alguns alegariam).

Seja como for, a única maneira de se libertar do "jogador" ou dos "jogadores" é justamente se preocupar cada vez mais com os avanços e progressos da nossa linhagem. Assim, poderemos evitar que sejamos eternas criaturas geradas unicamente para entreter e divertir.

Cientistas da Universidade de Bonn já levam a sério o argumento de que vivemos em um universo artificial e não somos capazes de perceber esse estado. A conclusão é que certas particularidades do nosso mundo físico são mantidos por componentes que apontam que a nossa realidade pode ser tão simplesmente uma simulação computadorizada.

Enfim, a Premissa da Simulação sugeri que a realidade é mesmo uma simulação. E todos aqueles que vivem neste mundo artificial são incapazes de estarem cientes desta condição.

Essa premissa não lembra do filme Matrix dos irmãos Wachowski lançado em 1999, onde mostra uma sociedade vivendo em uma simulação?!

Artigo escrito pelo Vidente Clayton  José Clayton Donizetti Vieira  |     09/01/2017 - 00:03:15 hs.  |   Artigos metafísicos, científicos e esotéricos  33º artigo

Próximo artigo  Próximo artigo:

Hipnose no transtorno de ansiedade social

Lista completa de artigos  Acessar a Lista completa de Artigos Esotéricos