Sensitivo Clayton investiga ocorrências ufológicas

A tecnologia atual facilitou bastante o monitoramento das atividades ufológicas em nosso meio. Os avistamentos de Objetos Voadores não Identificados (OVNIs, ou também chamados de UFOs - Unknown Flying Objects) e contatos com os tripulantes são mais comuns do que muitos pensam.

São tão comuns que fazem parte da tradição de todas as nações e do folclore de todos os estados do Brasil.

Os acontecimentos envolvendo extraterrestres (ou alienígenas) e suas naves ocorrem com mais frequência na área rural, embora haja vários relatos de eventos ufológicos na área urbana (sobtretudo nas regiões periféricas).

Basicamente, estas naves, devido ao fato de irradiarem campos eletro-magnéticos, são detectados por aparelhos construídos para este propósito.

Se estiver ocorrendo avistamentos de objetos voadores luminosos (UFOs) ou aparições de seres estranhos nos arredores da sua fazenda, sítio ou residência, entre em contato via WhatsApp (34) 9-8413-4523. O objetivo é descobrir se existe de fato atividade alienígena, ou apenas uma explicação natural. Para isso, utilizamos aparelhos ELF durante o processo de investigação.

Pense nisso: Com milhões e milhões de galáxias espalhadas pelo espaço sideral, será que somente em nosso pequeno planeta (localizado na galáxia denominada de Via Láctea) haveriam formas de vida inteligente? Conforme este quadro, no mínimo 100 milhões de galáxias podem conter centenas de planetas habitados por raças inteligentes.

Já foi demonstrado que existem vida microscópica espalhado pelo vácuo do espaço sideral. Então, se há vida primordial em pleno vácuo, não é difícil imaginar planetas ocupados tanto por vida primitiva quanto por vida inteligente. Na verdade, isso significa que a vida é abundante em todo o Universo - seja ela primordial ou inteligente, seja ela no vácuo entre as estrelas ou em planetas.

O estudo da manifestação ufológica é denominada de Ufologia. A Ufologia é distribuída em três categorias: Ufologia científica, ufologia mística e ufologia holística. A ufologia científica, por meio do entendimento, estudo e investigação de evidências como relatos pessoais, filmagens, fotos, marcas no solo, ocorrências radioativas, alterações eletromagnéticas, desenvolve pesquisas estritamente científicas que sejam admitidas no campo acadêmico.

A ufologia mística tem como fundamento a espiritualidade e a metafísica para explicar os avistamentos dos UFOs. Para isso, baseiam-se na utilização de meios psíquicos ou paranormais como telepatia, clarividência, viagens astrais, psicografia, intuições, premonições, Percepção Extra Sensorial, entre outras metodologias parapsicológicas.

E, finalmente, a ufologia holística (do grego holos que significa integral, todo) cujo o objetivo é anexar tanto a ufologia científica quanto a mística com o intuito de entender o fenômeno de maneira integral.

Os pesquisadores da Ufologia podem ser agrupados em 6 tipos: Ufólogo de gabinete, auxiliar de ufólogo, ufólogo científico, ufólogo místico, ufológo holístico, e ufólogo independente.

Edgar Mitchell, o sexto homem a pisar na Lua, afirma que os UFOs são reais. São naves que vêm de fora e os governos sabem disso. Já o pioneiro ufólogo e astrônomo Josef Allen Hynek (1910-1986) alertou que um dia a sociedade pagará o preço do imenso descaso da comunidade científica em relação aos UFOs.

E Ronald Reagan (1911-2004), o 40.º presidente dos Estados Unidos, em seu pronunciamento na Assembléia Geral da ONU nos anos 1980 disse: "Me pergunto como ficariam as diferenças em nosso mundo, se nos víssemos todos diante de uma ameaça extraterrestre. E ainda pergunto, será que essa ameaça já não está entre nós?"